13 de agosto de 2017

Jogador Número 1


então, umas semanas atrás, a aninha voltou com o blog dela [ acid-baby.blogspot.com ]; e hoje eu tô aqui pra fazer o mesmo. apesar de a "blogosfera" de antes parecer um deserto atualmente, os posts dela me deram o empurrão pra postar aqui.

eu passei uma eternidade tentando encontrar essa foto aí de cima; tirei ela quando comprei jogador número 1, uns anos atrás, livro que vai virar um FILME ano que vem. Tô lendo rumores sobre isso desde 2014, então é animador ver tudo tornar-se realidade.

a história se passa três décadas no futuro, e pelo menos 80% ocorre num jogo de realidade virtual chamado oasis, basicamente um Second Life totalmente imersivo. O mundo real é sujo e desesperançoso, por isso as pessoas vivem no jogo - literalmente. Trabalham, estudam, namoram, roubam, fazem amigos, etc. A história se desenvolve depois que o criador do jogo morre e deixa como testamento uma competição em busca de três chaves que levam a um ovo (easter egg) misterioso. 5 anos se passam sem notícias, até que a primeira chave é encontrada por Wade Watts, o protagonista da história, um garoto pobre lançado automaticamente ao estrelato, entrando na mira não só dos outros "caça-ovos" mas também da "organização do mal" que pretende mudar drasticamente o oasis. Agora ele e os amigos que vai fazendo pelo caminho têm que evitar isso.

a cereja do bolo é que o criador do jogo era 100% fissurado nos anos 80, então tudo relacionado à corrida tem referências a essa década. O livro é recheado de menções a filmes, séries, músicas e, claro, arcades, consoles e games dessa época. Até o plot (grupo de jovens vs empresa do mal) lembra algum filme de 1980 como os goonies. Jogos de guerra, tokusatsu, dungeons & dragons são algumas das referências. Mas pode ter certeza que o livro vai num nível bem superior a isso, diria até épico.

infelizmente, minhas expectativas estão extremamente elevadas, tô com muito medo de me decepcionar, mas só de ver meu livro favorito sendo traduzido pra outra mídia já tô bastante contente. Se você se interessou, ó o trailer aí embaixo e seja feliz <3

14 de abril de 2017

i'm packing my bags, i'm gonna leave it all behind

 

  Acabei de terminar The Get Down. Aqui tá no final da tarde, o sol indo embora, nada além do vento fazendo barulho. Eu não tenho o menor assunto, mas quis escrever aqui de novo. Saudades bate, né? Vou sentir falta dessa série, por causa dela (e de uma amiga) comecei a ouvir mais hip hop. Certamente que não terá uma segunda temporada, esse final foi bem redondinho. Só queria minha amiga aqui do meu lado cantando a música da Mylene comigo, ela arrasando nos vocais e eu falhando em acompanhar.

  Eu tô muito perdido na faculdade. É engraçado ver todo mundo da minha sala se dando bem e eu não entendo bulhufas de algumas aulas, tô me sentindo no ensino médio de novo hshsh E ao mesmo tempo eu gosto do curso, mesmo me dando mal, mesmo não entendo, eu gosto. Faltam umas oito semanas pro meu aniversário, já coloquei na lista de presentes um óculos novo porque esse que tô agora é uma decepção. Quero comprar tecido e fazer roupa pra mim mesmo, mas não sei costurar, vou usar cola quente. Frases soltas, é. Isso é um bom post.